Free Web Site Counter
Free Counter

terça-feira, abril 07, 2009

Projecto Rios: Projecto Rios na foz do Rio Alviela

2009-04-06 2009-04-19

Câmara de Santarém e Projecto Rios promovem acções na Ribeira de Pernes e Vaqueiros

A Câmara de Santarém e o Projecto Rios voltam a promover acções junto das populações, com vista à sua sensibilização relativamente à problemática do rio Alviela. Estas acções, abertas à população em geral, têm lugar nos próximos dias 17 de Abril, na Ribeira de Pernes e no dia 18 de Abril em Vaqueiros, e contam com a presença do especialista Mestre Pedro Teiga - coordenador nacional do Projecto Rios.




Durante o mês de Março de 2009 a Câmara Municipal de Santarém, através da sua unidade orgânica de ambiente realizou várias acções de envolvimento da população ribeirinha na problemática do Rio Alviela através da metodologia do projecto internacional "Projecto Rios".


O Projecto Rios foi lançado pela "Associación Habitas para Projecte RIUS Catalunya" e está a ser implementado em Portugal desde 2006, visando a adopção de um troço de rio de 500 metros e monitorização da qualidade da água, de modo a promover a sensibilização dos cidadãos para os problemas e necessidade de protecção dos Rios e contribuir para uma melhoria das zonas ribeirinhas e da qualidade de vida da população, promovendo o Desenvolvimento Sustentável, com uma metodologia testada e reconhecida.



Estas acções, promovidas pela Divisão de Resíduos e Promoção Ambiental (DRPA) da Câmara Municipal de Santarém, dividiram-se em duas componentes complementares: uma formação teórica de apresentação do Projecto Rios e Biodiversidade do Rio Alviela e posteriormente, saídas de campo, tendo estado envolvidos:



ü A Escola E.B. 2,3 D. Manuel I de Pernes, que adoptou o troço do rio Alviela na Ribeira de Pernes (no dia 16 realizou-se a formação teórica e dia 20 de Março realizou-se a saída de campo);

ü O Centro de Bem Estar Social de Vale de Figueira, que adoptou o troço do rio Alviela da Fonte da Bica na Foz do rio Alviela (a formação teórica decorreu no dia 17 e a saída de campo no dia 18 de Março onde puderam participar os idosos com mobilidade);

ü O Agrupamento de Escuteiros 1040 de Vale de Figueira, realizou a segunda saída de campo no âmbito do Projecto Rios, no dia 28 de Março dando continuidade ao processo de adopção do troço do rio Alviela da Fonte da Bica na Foz do rio Alviela. Sendo de destacar que nesta acção foram envolvidos mais de meia centena de escuteiros.



Durante as saídas de campo, observou-se o rio, a fauna e flora, pondo em prática a metodologia do projecto, com especial atenção para a recolha de macroinvertebrados e peixes que servem de bioindicadores da qualidade da água do rio, com explicação do seu significado, por parte do biólogo e técnicos da DRPA.



No dia 28 de Março considerou-se que o estado de saúde do rio estava "bom, com perturbações ligeiras", havendo preponderância de macroinvertebrados característicos de "rio em bom estado a razoável estado": com predomínio de pulgas de água (Daphnia sp.), alguns alfaiates (Gerris lacustris), camarões de rio (Atyaephyra desmaresti) e alevins de boga (Chondrostoma sp.), sugerindo que a qualidade da água é suficiente para permitir a reprodução desta espécie. Por outro lado, surgiram também algumas larvas de mosquito, sendo estas características de "rio em razoável estado a medíocre", e várias gambúsias ou peixes-mosquito (Gambusia holbrooki), assim como muitos lagostins vermelhos juvenis (Procambarus clarkii) que são crustáceos, sendo ambas espécies exóticas (espécies introduzidas provenientes dos E.U.A.) muito tolerantes a perturbações da qualidade ambiental do rio.



Todos os participantes manifestaram grande interesse nas acções desenvolvidas, sendo de realçar o envolvimento de diversas faixas etárias, com experiências diversas, mas que muito enriquecem este projecto com contributos distintos, tendo-se concluído que a iniciativa foi muito positiva para o envolvimento da população nas questões de poluição do rio, bem como na preservação dos ecossistemas do rio Alviela, consubstanciando assim uma estratégia de participação pública em Ambiente, que a curto-médio prazo resultará na melhoria da relação entre o Homem e o rio, contribuindo para a formação de uma cidadania activa nas questões ambientais e que valoriza os recursos naturais como valores a preservar para oferecer às gerações futuras, cumprindo assim com o conceito de Desenvolvimento Sustentável







Projecto Rios: Projecto Rios na foz do Rio Alviela

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home